November 08, 2016

O QUE FAZER EM ANGEL ISLAND

Este artigo é um oferecimento do offMetro SF. O offMetro SF é um guia online de viagens para passeios nos arredores de São Francisco – com ou sem carro. Se você precisa sair um pouco da cidade, o offMetro SF conhece os melhores roteiros para lugares menos conhecidos, onde se pode chegar de trem, ônibus, bicicleta, barco ou carro. Já que não dá para esticar o fim de semana, o jeito é deixá-lo ainda melhor.

Angel Island já foi chamada de Alcatraz “menos famosa”, mas a realidade é que isso significa que ela é menos lotada e menos cara do que a colega de Bay Island. Ela também oferece tudo em um só lugar para aquele bate-volta. Roteiros históricos, hiking, passeios de bicicleta e um café agradável à beira-mar… A ilha tem um pouco de tudo, e não é difícil fazer quase tudo em um só dia.

Começando a aventura na balsa das 9h45, ainda dá tempo de pegar a das 15h de volta para a cidade. A primeira parada é a Immigration Station (dica: fuja do bonde lotado de turistas e faça uma caminhada de 20 minutos na brisa da manhã). Angel Island já foi chamada de “Ellis Island do Oeste” e foi um ponto de concentração de imigrantes que tentavam a cidadania americana. Embora muitos dos prédios originais tenham sido destruídos em um incêndio em 1940, eles foram substituídos por monumentos educativos que descrevem, dentre outras coisas, a história da imigração chinesa (por causa das severas leis de imigração de chineses, alguns cidadãos do país ficaram detidos por anos na ilha). Os guardas do parque também oferecem visitas guiadas de uma hora pela estação e pelos alojamentos.

Depois de aprender com uma viagem no tempo, você pode fazer um passeio mais natural, seguindo a North Ridge Trail. A trilha é bem demarcada, tem vistas deslumbrantes pelo caminho e é de baixa dificuldade. A caminhada até o topo do Monte Livermore leva cerca de uma hora. Quando chegar, acomode-se em uma das mesas de piquenique e curta a vista da San Francisco Bay em 360 graus. Para melhorar, esta joia da Angel Island é muito menos popular do que outras atrações, e você pode apreciar a vista com tranquilidade.

Depois de aproveitar a paisagem dos 45 minutos de descida pelo outro lado da montanha, seguindo a Fire Road Trail, tome uma limonada rápida no Cove Café, de frente para o mar. O estabelecimento só aceita dinheiro, mas fica perto do mar e também serve generosos sanduíches, saladas e ostras de Hog Island a preços razoáveis. Nos fins de semana, muitas vezes há música ao vivo com bandas da região. Pegue a balsa e você estará de volta à cidade em menos de uma hora.

Ciclistas, tomem nota: há uma ciclovia que dá a volta à ilha. Você pode trazer sua bicicleta ou alugar uma quando chegar, na Angel Island Company Rentals. O aluguel custa US$ 10 a hora ou US$ 35 por dia. A ilha também oferece 11 acampamentos para quem quiser pernoitar ao ar livre.

Como chegar

Tome a Blue and Gold Fleet Ferry, a balsa no Pier 41. A travessia leva cerca de 30 minutos, com saídas às 9h45 e 12h20, todos os dias. Aos sábados e domingos, há um horário extra, às 14h. A passagem de ida e volta custa US$ 16, e pode ser comprada online ou no Pier 41. Para mais informações, acesse angelisland.org.

Foto: Christian Arballo / CCBY